Papa aceita pedido de renúncia e nomeia novo bispo para a diocese de Caxias do Sul (RS)

O Papa Francisco acolheu nesta quarta-feira, 26 de junho, o pedido de renúncia apresentado por dom Alessandro Ruffinoni ao governo pastoral da diocese de Caxias do Sul (RS) e nomeou como novo bispo dom José Gislon, até o momento à frente da diocese de Erexim (RS).

Dom José Gislon

Catarinense de Dona Emma, dom José Gislon nasceu em 23 de fevereiro de 1957. Frade capuchinho, foi nomeado bispo de Erexim pelo Papa Bento XVI, em 6 de junho de 2012. Sua ordenação foi em Curitiba (PR), em 3 de agosto daquele ano. A posse, no dia 19 de agosto, na catedral São José, em Erechim (RS). Seu lema episcopal é “In caritate diligere et servire” (Amar e servir na caridade). Leia abaixo a saudação a dom José Gislon enviada pela Presidência da CNBB:

Saudação da CNBB a Dom José Gislon

Brasília (DF), 26 de junho de 2019

Estimado irmão, Dom José Gislon

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) recebeu com alegria a sua nomeação como novo bispo da Diocese de Caxias do Sul (RS), nesta quarta-feira, dia 26 de junho. Desejamos que esta nova missão seja frutuosa junto ao clero, religiosos e o povo de Deus daquela Igreja Particular.

Sob os olhares de Nossa Senhora de Caravaggio, aprendemos do Papa Francisco sobre a transmissão da fé como inspiração para as famílias: “[…] não se trata de criar grandes programas ou projetos, mas deixar crescer a fé”, a qual “não se transmite apenas com as palavras, mas com gestos, olhares, carícias como as das nossas mães, das nossas avós; com o sabor das coisas que aprendemos em casa, de maneira simples e genuína”.

Maria, a “Mãe que cultiva os sonhos dos filhos, que guarda as suas esperanças, que irradia a alegria na casa”, te acompanhe, inspire e fortaleça nesta nova missão.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Novo bispo emérito

Dom Alessandro Ruffinoni soma 13 anos de episcopado, tendo sido auxiliar de Porto Alegre (RS), de 2006 a 2010, e desde então, bispo coadjutor (2010 a 2011) e bispo titular de Caxias do Sul, de 2011 até o momento da acolhida da renúncia. Italiano de Bergamo, dom Alessandro é missionário Scalabriniano.

Desde 2007, dom Alessandro é referencial da Pastoral dos Brasileiros no Exterior. No Regional Sul 3 da CNBB, foi responsável, entre 2007 e 2011, pelas Pastorais Sociais e referencial da Pastoral dos Migrantes.

Dom Alessandro Ruffinoni completou 75 anos em agosto do ano passado. Esta é a idade estabelecida no Código de Direito Canônico para que o bispo apresente seu pedido de renúncia ao Papa. A Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) enviou mensagem de agradecimento a dom Alessandro.

Agradecimento da CNBB a Dom Alessandro Ruffinoni

Brasília (DF), 26 de junho de 2019

Estimado irmão, Dom Alessandro Ruffinoni,

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta gratidão a Deus pela sua vida missionária e seu ministério episcopal, em particular pelos oito anos no governo pastoral da Diocese de Caxias do Sul (SC).

Recordando seu lema episcopal, “Na Igreja ninguém é estrangeiro”, salientamos os quase 40 anos de missão no Brasil e todo o empenho por mais de uma década no trabalho da Pastoral dos Brasileiros no Exterior.

Que Deus nos permita a aprender de seu exemplo, como nos motiva o Papa Francisco na mensagem para o Dia Mundial das Missões deste ano: “A Igreja está em missão no mundo: a fé em Jesus Cristo dá-nos a justa dimensão de todas as coisas, fazendo-nos ver o mundo com os olhos e o coração de Deus; a esperança abre-nos aos horizontes eternos da vida divina, de que verdadeiramente participamos; a caridade, que antegozamos nos sacramentos e no amor fraterno, impele-nos até aos confins da terra”.

Rogamos pela intercessão do beato João Batista Scalabrini, que o seu emeritato seja um tempo de paz e saúde.

Em Cristo,

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima (RR)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Fonte:CNBB

Postagem/PASCOM Diocesana