Diocese de Jacarezinho promove dia de formação para implantação PASTUR-Pastoral do Turismo

Domingo dia 10 de fevereiro, foi realizado no salão paroquial São João Paulo II, nas dependências da Paróquia São Sebastião, na cidade de Joaquim Távora – PR, o “Encontro de formação e construção da Pastoral do Turismo”, onde foram e apresentados discutidos alguns pontos importantes para o desenvolvimento da PASTUR na Diocese de Jacarezinho PR.

Esta iniciativa visa o fortalecimento da Rota do Rosário que tem por objetivos, dentre vários: promover o desenvolvimento do turismo, religiosos ou não, de modo integrado e sustentável; apoiar e integrar os santuários, atrativos e empreendimentos turísticos, religiosos ou não, existentes nos territórios em que atua; promover a integração entre os roteiros regionais existentes e a Rota do Rosário, ampliando e diversificando a oferta turística e estruturando produtos turísticos mais competitivos e promover o voluntariado.
O evento foi assessorado pelo Coordenador da Pastoral do Turismo do Paraná, CNBB Regional Sul 2, Diác. Paulo Henrique Capillé Fernandes da Diocese de Ponta Grossa.
O conteúdo trabalhado foi conforme as diretrizes da Pastur Nacional e do Código Mundial de Ética do Turismo, destacando seus objetivos, características e missão. Os participantes foram introduzidos neste universo, ainda que novidade para muitos, deram passos de reconhecimento e conscientização da importância de um Plano Global da Pastoral do Turismo em sintonia com as atuais ações da Rota do Rosário.

Pastur e Rota do Rosário têm por bandeira o desenvolvimento regional

Para Capillé, a região Norte Pioneiro e Campos Gerais, onde se encontra a Rota do Rosário, organização da Diocese de Jacarezinho, tem muito a ganhar e se fortalecer por meio dos 13 (treze) santuários e diversos atrativos localizados em municípios relativamente próximos.
Tal singularidade favorece o fenômeno das caminhadas, das visitas intermunicipais, das peregrinações, da prática de turismo rural, de aventura, de experiência, e sobretudo, o turismo religioso que tem movimentado pessoas. Afinal, todos os meses, em virtude da celebração de seus respectivos padroeiros, as cidades podem promover atividades em torno deste fato permanente.
A fé remove montanhas e dispõem as pessoas a peregrinar. Entre um santuário e outro, cada turista, peregrinos da fé, caminhantes, mochileiros, trilheiros, grupos e famílias, todos acabam por descobrir as riquezas e belezas naturais, o legado histórico, novos saberes e sabores, cuja vivência se faz inesquecível colocando o homem em contato com o que tem de mais sagrado.

Construindo a Pastur a várias mãos.

Em resposta ao que foram apresentados pela manhã, ao final, os integrantes de cada santuário elencaram e apresentaram o potencial turístico de cada município destacando os principais pontos de relevância local, estadual, nacional e até internacional.
Participaram deste encontro de formação lideranças religiosas de todos os santuários, autoridades do poder público, prefeituras, Secretarias de Industria e Comércio, Comtur – Conselho Municipal de Turismo, artesanatos, gastronomia das cidades Bandeirantes, Siqueira Campos, Arapoti, Santo Antonio da Platina, Tomazina, Jacarezinho, Ibaiti, Piraí do Sul, Cambará, Ribeirão Claro, Santa Amélia, Ourinhos, Pirai do Sul e Joaquim Távora.

Galeria, clique aqui

https://www.facebook.com/rotadorosariopastur/

https://www.instagram.com/rotadorosariopastur/

Fotos Cleiton Correa. Texto Pe. Celso Miqueli e Evandro Del Negro.