Rota do Rosário apresenta roteiros para turismo religioso de norte a sul da Diocese

Aconteceu na tarde do dia 09 de setembro s 14h nas dependências do Tribunal Eclesiástico de Jacarezinho PR, a segunda reunião geral da Rota do Rosário com a presença do senhor Bispo Dom Antônio Braz Benevente, reitores, agentes do setor de truísmo, representantes de comissões de santuários, Senac e associações, como Atunorpi, Amunorpi, Adetur e conselhos.

A reunião foi assessorada por Carlos Ornellas, Presidente do Conselho Municipal do Turismo de Jaguariaíva e Diretor da Agência de Desenvolvimento Turístico dos Campos Gerais (Adetur) e proprietário da Adventurous Friends Turismo & Aventura. Na ocasião foi apresentado sugestões de roteiros pela Rota do Rosário, elaborados a partir dos santuários e igrejas, intensificando a proposta de evangelização pela Pastur – pastoral do turismo e, indicando os atrativos que se encontram entre cada santuário ou municípios do Norte Pioneiro até ao Sul da diocese, região de Campos Gerais, como opções para rede hoteleira, gastronômica, demais serviços culturais e esportivos.

Os roteiros foram apresentados com opções de um dia, de dois dias, de cinco ou sete, para quem pretende percorrer toda a rota. A proposta oficial Rota do Rosário é propor ao peregrino e turistas, uma vivência real, um toque de Deus na vida.

PASTUR- Pastoral do Turismo deverá ser implantada em 2019 

A Rota do Rosário chega aos seus dez anos de existência dando grandes passos na criação de roteiros turísticos. Por esta razão, Dom Antonio Braz Benevente enfatizou que em 2019, seja lançada a Pastur – Pastoral do Turismo Religioso. Cada santuário deverá compor uma equipe que possa se dedicar exclusivamente à agenda de planejamentos das ações que visam dinamizar humana, espiritual, afetiva, psíquica e materialmente a vida de todos que frequentam os santuários.

Capacitação para guias locais via Senac

É de suma importância que assim como os santuários visam oferecer um bom atendimento pelas vias da espiritualidade com as bênçãos dos sacerdotes, as celebrações e devocionais, assim também, se faz necessário que haja pessoas capacitadas para um bom acolhimento de peregrinos, romeiros e turistas por meio do saber histórico, religioso, cultural de cada município. Para tanto, Giovani Biagini, representando o Senac sinalizou a possibilidade da realização de outros novos cursos de capacitação para interessados. O Senac, com apoio da Fecomércio, promoveu em 2017 e 2018, cursos sobre aperfeiçoamento do receptivo em santuários. Próximas formações devem contemplar a capacitação de Guias locais. Tal investimento é fundamental, deve contar com o apoio dos municípios, na capacitação humana, visto que a eficiência no atendimento turístico em seu espaço, garante a sobrevivência de todos que estão nessa rede.

O turismo é uma forma que as pessoas encontram a fim de saírem de suas casas, superando a rotina, e, em grande parte, visam o lazer, a renovação das energias. Neste caso, a Rota do Rosário pode oferecer um bom motivo para a renovação da fé, das emoções por meio experiências religiosas e culturais, contemplação de belas paisagens, superação de desafios por meio de atividades esportivas como caminhadas, peregrinações e até mesmo esportes radicais, oportunidades de degustar novas gastronomias, realização de turismo de experiências.

Texto:Pe Celso Miqueli – Coordenador da Rota do Rosário 

Postagem:PASCOM Diocesana de Jacarezinho/Coord:Rosangela da Graça Martinski