Depois de treze dias internado, bispo de Guarapuava recebe alta de hospital em Roma

32

Dom Antônio Wagner da Silva foi acometido por uma pneumonia quando participava de um encontro de sua congregação, os Dehonianos. Ele permanecerá na Itália para recuperação.

Internado em Roma, Itália, desde o dia 25 de janeiro devido a uma complicação de pneumonia, o bispo da diocese de Guarapuava Dom Antônio Wagner da Silva, deixou o hospital na tarde de hoje, (horário do Brasil, noite na Itália), dia 08 de fevereiro. O religioso, no entanto, permanecerá mais alguns dias na Capital italiana para se recuperar e, só então poder viajar de volta ao Brasil.

“Hoje à tarde tivemos a alegre notícia de que Dom Antônio Wagner deixa o hospital Cristo Rei, aqui em Roma. Como já noticiado, ele permanecerá ainda alguns dias para repouso e restabelecimento da saúde na Casa Geral dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus (Congregação à qual Dom Wagner pertence). Não temos ainda informações mais detalhadas sobre quando poderá voltar ao Brasil, pois ainda está debilitado fisicamente. Todos nós ficamos contentes com Dom Wagner que agora, além de ficar mais à vontade, poderá comer alguma coisa mais saborosa e com um pouco mais de sal (com exceção do macarrão, é claro). Continuemos em prece e saibamos expressar nossa gratidão e louvor ao bom Deus que cuida bem de todos nós”, escreveu em sua página do Facebook o padre Felipe Fabiane que é da diocese de Guarapuava e faz mestrado em Roma.

De acordo com o padre Antônio Ailson Aurélio, que também é de Guarapuava e finaliza seu doutorado na Capital italiana, Dom Wagner está muito bem, apesar de debilitado por causa da doença e dos vários dias internado. Padre Ailson tem acompanhado todo o tratamento de Dom Wagner e, diariamente, enviado notícias sobre o bispo para a diocese de Guarapuava. “Eu agradeço a todos pelas orações e preocupação para com a saúde de Dom Wagner. Em breve ele estará em Guarapuava desempenhando suas funções com muita alegria e saúde”, destacou padre Ailson.

Dom Wagner, que participava de um encontro de sua congregação, os Dehonianos, na capital italiana, foi internado naquela cidade no dia 25 de janeiro último, devido a uma complicação de pneumonia.

O estado de saúde do religioso se agravou e ele precisou ficar na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), daquele hospital por quatro dias. No dia 30 de janeiro, Dom Wagner foi levado ao quarto do hospital onde permaneceu até hoje, dia 08 de fevereiro.

Conforme os médicos, Dom Wagner, desde o início da internação, reagiu muito bem aos medicamentos e aos cuidados e, por isso, os resultados de sua recuperação foram satisfatórios.

Fonte:Diopuava

PUBLICAÇÃO:ROSANGELA DA GRAÇA MARTINSKI/PASCOM DIOCESANA

Deixe seu Comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here

*